Ato de entrega das chaves do Bloco D do CCE

19/07/2016 09:49

O novo prédio do CCE, o Bloco D, foi inaugurado em 29 de fevereiro de 2016. Contudo, em função de serviços a serem finalizados e outras ações, houve a entrega oficial das chaves à Direção da Unidade no dia 15/07/2016.

A entrega das chaves faz parte do processo de recebimento provisório da obra à UFSC, cuja entrega final para o uso pleno está condicionada ao “Habite-se”. Das três etapas para a emissão desse documento, uma já está concluída, a vistoria da Prefeitura Municipal. A próxima será da Vigilância Sanitária e, na sequência, o Corpo de Bombeiros de Santa Catarina

  Prédio novo

 Ato de entrega das chaves do Bloco D, na Direção do CCE, em 15/07/2016. De pé, da esquerda para a direita: Eng. Rodrigo Bossle Fagundes (Diretor DFO), Eng. Paulo Roberto Pinto da Luz (Secretário de Obras), Serv. Técnica Priscila Pimentel Vieira (Administradora de Edifícios), Prof. Arnoldo Debatin Neto (Diretor do CCE), Eng. Estevão Roberto Ribeiro (Eng. Empresa Salver Engenharia) e Breno Vilpert (estagiário de Engenharia da Salver); sentados: Eng. Ricardo De Franceschi (DFO) e Eng.ª Nêmora Monteiro (DFO).

 

A Universidade possui um protocolo com a Prefeitura Municipal que permite o uso pleno da edificação a partir do “Habite-se”. Isso significa que as aulas e a utilização total desse Bloco serão possíveis tão logo obtenha-se essa autorização.

Isso não impedirá a transferência de mobiliário ao novo prédio e permitirá, ainda, a realização de alguns encontros com os novos usuários a fim de entender como funcionam os sistemas desse edifício e os procedimentos a serem observados para a sua correta utilização.

Registramos nosso agradecimento a todos os envolvidos na materialização dessa obra, tanto da empresa executora quanto da UFSC. Também agradecemos a comunidade do CCE, professores, servidores e alunos que, durante esse período, confiaram em nosso trabalho. Tenham a certeza do empenho diário da Direção da Unidade nos encaminhamentos necessários, tanto na sua esfera de atuação, quanto na solicitação do apoio da Administração Central, quando se faz necessário.

Conforme já informamos em momento anterior, reiteramos nossa vigília no andamento das etapas subsequentes e estamos otimistas em relação à utilização plena do Bloco D para o segundo semestre de 2016